quarta-feira, 25 de março de 2009

Pedacinhos

Porque mulher é burra quando ama?
E porque ela diz que ama se essa pessoa a faz chorar?
Devíamos ter um botão que nos desliga de qualquer sofrimento, porque eu não quero aprender sofrendo, vivendo até pode ser, mas sofrendo não.
Sofrer dói muito.
Dói não acreditar mais nos planos que você e ele fizeram juntos. Aquela tal casa no campo com muitos animais, aqueles filhos com aqueles nomes, aquelas viagens... tudo que sonharam juntos deitados em uma rede de madrugada, tudo fica estagnado no tempo.
E o que se aprende com isso? Não amar mais? Não se apaixonar mais?
Ficamos com receio de se entregar novamente.
Dizem que um dia passa, que encontramos um novo amor e tudo volta a ter graça.
MAS COMO DEMORA!

E demora mais ainda quando não queremos um novo, queremos o velho, repetir o mesmo erro. Porque durante tanto tempo deu certo, tem que dar de novo.
E sabe que dá mesmo... quando os dois querem.
E se algum não quer, confio naquela história de que só um novo grande amor para curar a mágoa de outro amor ferido.

Então, por favor novo grande amor, chega logo!
Aprenda que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. (W. Shakespeare)
Cabe a você decidir continuar chorando e se lamentando, se o mundo continua girando, as pessoas continuam se conhecendo, amando-desamando, apaixonando-desapaixonando, sentindo, se emocionando... vivendo.

Passa dorzinha, passa!!!!!!

3 comentários:

KANAAN disse...

Discordo em partes, principalmente na parte que que só u novo amor p curar a dor, pq geralmente quando nao repensamos e a ferida esta aberta, acabamos nos apixonando pelas pessoas erradas, entao eu diria p ter mto cuidado...Bom, mas de qq forma concordo que nao é só os sofrimento que ensina...passa dorzinha, passa logo!faço campanha ctg!Bom te ver aki de volta

KANAAN disse...

tem selinho no meu blog p ti!

Josi Puchalski Sousa disse...

Dor de amor passa. Mas nem sempre passa inteira, as vezes só melhora, parece que sobra um hematoma...é melhor curar o dodói sozinha, se não der...ahhh ninguém é perfeito. carentes que somos, as vezes uma ajudinha vai bem! hehehe
A ajudinha logo aparece, o coração logo se abre, mas primeiro é preciso fechar o último ciclo.

Beijoo